quarta-feira, 31 de dezembro de 2014

DESEJOS PARA O ANO DE 2015



(Eu e Lígia - dez/14. Foto: arq. pessoal)


"Meus olhos já não podem ver
coisas que só o coração pode entender"
(Tom Jobim)


     Comparando os planos que fazia em anos passados com aqueles que em anos recentes passei a fazer, percebi que foram grandes as transformações que me ocorreram - todas elas promovidas pelo simples passar do tempo.

     Hoje quero apenas estar em paz comigo mesmo; quero conseguir levar alegria para o coração daqueles que de mim se aproximarem ou que de mim tiverem notícia. 

     E, já ultrapassando o limite dos meus quereres, quero poder me colocar em silêncio, observar as coisas ao meu redor, e ter a capacidade de enxergar beleza em cada pessoa, em cada gesto, em cada manifestação de vida.

     Aos meus amigos, familiares e leitores, desejo saúde e muitas felicidades no ano novo.

(CLIQUE PARA ASSISTIR E OUVIR)
("Wave", do Tom Jobim - Eu e minha filha Lígia - dez/14 - Foto: arq. pessoal)

2 comentários:

  1. Companheiro Elias, imagino como dever ser bom tocar um instrumento, ainda mais acompanhado da filha. Muito lindo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. De fato, Délzio, é muito bom. Aliás, tudo que envolve música (de boa qualidade) é bom. Fico contente que tenha gostado. Grande abraço.

      Excluir